OnFarm leva Inteligência Artificial para os produtores leiteiros

Rumi será aliada do campo na tomada de decisão

 

A digitalização do campo é uma realidade cada vez mais presente no agronegócio brasileiro. Novas tecnologias na criação e manejo de vacas leiteiras permitem ao produtor planejar, monitorar e gerenciar o rebanho de forma precisa e eficaz.

É nesse cenário que OnFarm apresenta ao mercado uma inovação que promete facilitar a rotina dos pecuaristas: A Rumi, inteligência artificial (IA) desenvolvida com o propósito de unir inovação e tecnologia em favor da saúde dos animais.

A IA da OnFarm é composta por dois algoritmos: Diagnóstico Automático e Análise de Dados de Mastite Clínica. O primeiro usa técnicas de Deep Learning para identificar os micro-organismos causadores da mastite de maneira rápida, precisa e automática. Já o segundo utiliza redes neurais para determinar o escore de chance de cura e análise dos protocolos de tratamentos que apresentaram maiores chances de sucesso em casos semelhantes de mastite clínica, levando em consideração o agente causador identificado e características como a gravidade da mastite e o histórico de casos clínicos da vaca.

Em seu histórico, a Rumi conta com um banco de dados de mais de 14 anos de mercado e mais de  7 mil produtores em todo Brasil. Isso é possível, pois apesar de ser uma novidade a AI faz parte do maior ecossistema para a pecuária no Brasil, a Rúmina que une a experiência e qualidade das marcas: OnFarm, Ideagri, Bovitech, Volutech e RumiCash.

“A Rúmina foi criada para democratizar e simplificar a adoção de tecnologia no campo pelos produtores. A presença da OnFarm neste ecossistema tem como objetivo acelerar o acesso à inovação no campo, sendo a Rumi o primeiro lançamento com integração de dados e inteligência artificial do grupo. Nosso propósito é empoderar os produtores contribuindo para uma pecuária mais sustentável e rentável “, detalha o CEO da Rúmina, Laerte Cassoli.

Dentro do sistema OnFarm a tecnologia consegue definir de forma precisa a origem da mastite, que pode ser ambiental, de manejo ou até mesmo nos equipamentos e, com isso, investir em estratégias de controle, tanto dos casos clínicos da doença quanto dos subclínicos.

A intervenção rápida e a adequada identificação da causa da mastite reduz em torno de 30% a 50% a utilização de antibióticos e, por consequência, o descarte de leite, amenizando os prejuízos na produção. É a OnFarm contribuindo para construção de uma pecuária leiteira mais sustentável.

Sobre a OnFarm

A OnFarm traz uma solução simples, inovadora e única, que permite a identificação da causa da mastite em 24 horas, na própria fazenda, através da cultura microbiológica. Conhecer o agente de forma rápida é indispensável para o sucesso de qualquer programa de controle da mastite. A tecnologia acredita no empoderamento dos produtores, para que tomem decisões cada vez mais assertivas. O produtor em primeiro lugar, sempre. Para mais informações acesse: https://onfarm.com.br/ ou entre em contato no WhatsApp (19) 97144-1818 ou e-mail: contato@onfarm.com.br | Acompanhe nas redes sociais: Instagram | Facebook | LinkedIn | Youtube

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Procure por conteúdos específicos:

Newsletter

Receba nossos conteúdos diretamente em seu email!

E-book

Guia prático do controle de mastite clínica

Veja também: